Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Histórias Maravilhosas do Oriente (III)

por Dona professora, em 27.02.14

De seguida, Ali seguiu pela estrada do meio até que se deparou com um bando de mercadores. Depois, olhando bem em sua volta, apercebeu-se que estava em Badajoz. Era uma coisa linda, o príncipe olha em sua volta e o que via eram mercadores, uma cidade bonita. Para cada canto que olhava só via coisas magníficas, mas todas lhe pereciam vulgares. Eis que viu um lindo amuleto. Este tinha uma forma triangular, linda e brilhante como o sol nas tardes de verão, porém, o príncipe reparou que havia um género de pedrinha vermelha no centro do amuleto.

Ali dirigiu-se até à bancada onde se encontrava o amuleto e então perguntou:

-Boa tarde, para que serve este amuleto?

-Muito boa tarde, este amuleto tem uma característica especial, muito especial! -afirmou o mercadora.

-Então, qual é?

-Este amuleto tem o poder de fazer o tempo voltar atrás. Para tal basta carregar neste botão vermelho e, dependendo do tempo que carregar no botão, o tempo volta atrás.

-E quanto custa?

-Sesenta dinheiros!

-Tanto?

-Sim, se quiser eu faço-lhe uma demonstração. Mas não se admire, pois este amuleto é muito valioso!

-Muito bem, então faça!

A mercadora voltou atrás no tempo, o príncipe espantado quis logo comprar. Então deu sessenta dinheiros à mercadora.

Muito contente o Ali fez-se à estrada e montado no seu cavalo caminhou até à estalagem. Quando chegou não estava lá nenhum dos irmãos, portanto ficou à espera e pensou que iria ser ele a casar com a princesa.

De repente Ali reperou que ao fundo da sala estava uma espada pendurada na parede e que começou a brilhar. Intrigado o príncipe foi perguntar ao dono da estalagem a história daquela espada. O dono da estalagem explicou-lhe que aquela espada era mágica e que permitia detetar o perigo!

O príncipe pensou muito bem, mas não se conseguia decidir o que seria melhor: um lindo amuleto que fazia o tempo voltar a trás ou uma espada que detetava o perigo?

O prícipe pensou, pensou e pensou até que se decidiu. O amuleto era muito melhor e também ja não tinha dinheiro, o príncipe já estava decidido!

E assim fez. Quando os seus irmão regressaram, foram todos para o palácio real e secretamente Ali esperava que fosse o escolhido para casar com a princesa. 

Diogo Santos e Rita Costa, 7.º ano

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:36



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D