Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A origem do Carnaval

por Dona Professora, em 28.02.14

 O Carnaval teve origem na Grécia, entre os anos 600 a 520 a.C. Os gregos festejavam o Carnaval para agradecer aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção agrícola.


Mais tarde, a Igreja Católica recusou este tipo de festividade em honra dos deuses pagãos. Como era impossível acabar com todas as manifestações pagãs, a igreja acabou por celebrar essas de outra forma, como por exemplo, o Natal. No entanto, o Carnaval manteve as suas origens. Só em 590 d.C é que a Igreja Católica passou a comemorar esta época.

A origem da palavra Carnaval é ainda hoje debatida pelos historiadores e investigadores. Hiram Araújo, um historiador brasileiro,  defende que foi o Papa Gregório I, O Grande, que estabeleceu as datas do Carnaval e criou expressão  “dominica ad carne levandas” que, ao longo dos tempos foi sendo abreviada para a palavra “carnaval”. Por outro lado, outros investigadores defendem que a palavra tem origem no latim medieval “carnevale” que significa “adeus à carne”.

 

O Carnaval passa assim a ser o período que antecede a Quaresma, isto é, os 40 dias entre a quarta-feira de cinzas e domingo pascal, nos quais se deveria jejuar. De acordo com esta teoria, as pessoas dedicavam-se a “carnis vales”, ou seja, aos prazeres da carne.

 

Na Roma Antiga, o Carnaval era celebrado por todos, incluindo os escravos que eram libertados neste período. Ofereciam-se presentes, as lojas fechavam, e até se escolhia um rei falso que ía em cortejo pelas ruas. As pessoas andavam mais à vontade, com menos princípios morais.

 

No Renascimento (entre os séculos XIII e XVII), passaram a existir bailes de máscaras, onde as pessoas iam fantasiadas. Mais tarde, no século XVI , o Brasil também passou a celebrar o Carnaval, pelas mãos dos portugueses. Nessa altura, tinha o nome de Entrudo, que significava os três dias antes do início da Quaresma.

Contudo, o entrudo passou a ser censurado pela polícia em 1854. A partir daí, esta festa passou a ser mais parecida com o atual Carnaval, 

 

juntando um pouco das várias tradições.

 

 

Hoje em dia, o Carnaval é uma festa celebrada um pouco por todo o mundo. Destaca-se o Carnaval brasileiro com as suas escolas de samba a desfilar e a homenagear a tradição brasileira e até de outras culturas.

Em Portugal há várias terras que celebram esta época. O Carnaval mais conhecido e tradicional é o Carnaval de Torres Vedras. Este é uma mistura de todas as tradições já descritas. No entanto, a República passou a organizar uma grandiosa festa de rua, em que se substituiu a tradicional porcissão das cinzas pelo Entrudo (1912).  Assim o Carnaval abandona o seu caracter religioso.  

 

 

 

 


Texto coletivo, 6.ºB
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 13:00


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

subscrever feeds