Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




João, um poeta na turma do 7.º A

por Dona Professora, em 14.11.16

A propósito de um excerto da obra Na água do tempo (Diário) de Luísa Dacosta e do texto "Um poeta na turma" de Sebastião da Gama, o nosso poeta propôs-se a escrever ele também um poema sobre as palavras. 

 

Resultado de imagem para palavras

 

Há muitos significados para "palavra", 

e são todos diferentes: 

conjunto de letras, constante da vida, etc. 

muda de gentes para gentes. 

 

Há palavras que: 

são flamejantes como fogo, lareira, coração de amor desejante;

são intensas como o vermelho, a amizade, o suor;

nos fazem viajar como o livro e o sonho; 

da vida são uma constante. 

 

Mas o mistério é só um:

quem as recolhe,

partidas e imaculadas, 

nas suas frágeis conchas de letras?

 

João Fernandes, o Poeta, 7.º A

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:45


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

subscrever feeds